REDES SOCIAIS
BUSCA DE NOTÍCIAS
Carregando
ARTIGOS
Santa Missa passo a passo: Orações Eucológicas

Estimados amigos, estamos findando a reflexão sobre os Ritos Iniciais, que tem como finalidade “reunir os fiéis em assembleia afim de que constituam uma comunhão e se disponham a ouvir atentamente a Palavra de Deus e celebrar a Eucaristia” (IGMR, 46). A oração da “coleta”, então, está neste momento de transição entre os Ritos Iniciais e a Liturgia da Palavra. Inserido na Santa Missa temos esse caráter de oração, chamada Eucológicas, da qual a “coleta” é parte integrante, e ainda, a oração sobre as oferendas e depois da comunhão, estas conhecidas como eucologias menores, visto que, as maiores pertencem aos prefácios e preces eucarísticas, bênçãos solenes. Por isso, para maior compreensão, primeiramente definirei o que são as orações Eucológicas, e na próxima reflexão, de maneira mais direta, a Oração da Coleta.

A palavra EUCOLOGIA tem sua origem grega – euché = oração e logos = discurso – que é necessariamente a ciência que estuda as orações e dá sentido à sua formulação. De modo geral, Eucologia é um conjunto de orações que encontramos nos formulários litúrgicos (missal, sacramentários) e que provém de uma antiga tradição da Igreja. A história da Eucologia pode ser traçada a partir da formulação dos livros litúrgicos. Do I ao IV séculos encontramos um período de improvisações carismáticas (espontânea e profunda), e que em meados do século IV e fins do VII será envolvida por uma primeira criação de fórmula.

Na baixa Idade Média, encontramos um florescimento de diversas tradições litúrgicas, em consequência de uma desestabilidade de relações da civilização europeia, deparamo-nos com os ritos Galicano, Ambrosiano, entre outros, e que vão tomando forma no ocidente. É, pois, na época tridentina que haverá uma grande sistematização das fórmulas e dos ritos. O Vaticano II buscou com a reforma uma adaptação à índole e à tradição dos vários povos (SC 37-39), isso levou a um enriquecimento Eucológico.

Devemos entender a partir disso que, a Palavra de Deus não está excluída, pois, os textos Eucológicos tem grande inspiração bíblica, porém, configuram-se de maneira própria devido ao autor da mesma. As expressões bíblicas expressas nessas orações, são reflexo do testemunho da Tradição, bem como, fruto da compreensão eclesiológica do mistério de Cristo na sua fonte autêntica – Sagrada Escritura.

Nos textos das orações vemos uma multiplicidade de conteúdo riquíssimo. Oração e sacrifício expressa a grande ritualidade religiosa que veicula um diálogo. A oração, é, portanto, um meio pelo qual o homem adota nas suas relações para com o plano divino – essa estrutura compreende um processo entre Deus e o homem, em Cristo, na força do Espírito Santo. Podemos afirmar, então que, essas orações expressam o mistério salvífico realizado em nós por Cristo.

Encontraremos em todo texto Eucológico um núcleo comum, que é o memorial das maravilhas de Deus – louvor e ação de graças, epíclese (invocação do Espírito Santo) e súplica pela Igreja e pelo mundo. Estes elementos são conteúdos essenciais da oração, porém, se pode aparecer alguns outros elementos, assim compreendemos que a oração não é somente diálogo com Deus, mas também com o mundo.

Por fim, consideremos que, a Eucologia possui uma variedade de matizes a serem considerados, tais como ação de graças, apologia, pedido, exorcismo, exortação, didático, mistagógico, confissão de fé. Os textos compostos pela Igreja revestem-se, por um lado do conteúdo e da linguagem bíblicos, a fim de acentuar e interpretar a mensagem centralizada no mistério de Cristo, e por outro, do gênero literário próprio de um determinado autor, influenciado pela época, pelo lugar e pela cultura. Esses dois fatores caracterizam, além do aspecto formal externo no texto, a expressão e compressão o seu conteúdo doutrinal (CANALS, In:BORÓBIO, 2006). Isso tudo nos mostra que a Eucologia busca aproximar-se da vida dos crentes a dimensão espiritual, que é a força do Espírito Santo.

Outubro de 2016

Seminarista Wesley de Almeida dos Santos - wesley-almeidacm@hotmail.com
DIREITOS RESERVADOS - DIOCESE DE CAMPO MOURÃO - 2012
DESENVOLVIDO POR: